Perdeu acesso ao seu Instagram?

Assim como você, milhares de usuários estão com o mesmo problema e, infelizmente, apenas a via judicial tem se demonstrado efetiva.



É algo muito comum. Você tenta acessar sua rede social no aplicativo/site Instagram e identifica que este acesso não pode ser concluído.


Seja por uma alteração de senha (que você não realizou), seja por ferir alguma das cláusulas previstas nos termos de uso da plataforma ou a conta simplesmente foi desativada temporariamente.


Independente do motivo, na maioria dos casos esta situação pode (e deve) ser revertida.


A quantidade de problemas semelhantes ao seu é assustadora. O principal ponto aqui é que a empresa responsável pela rede social não possui funcionários suficientes para atender toda a demanda e delega essa função para uma (des)inteligência artificial. Este é o motivo das mensagens prontas que você recebe, quando tenta contato com o aplicativo.


De acordo com a legislação brasileira, antes de bloquear um acesso de forma definitiva a empresa precisa comunicar qual o motivo que levou a tal bloqueio, bem como abrir prazo para o usuário se manifestar. Da mesma forma, caso você tenha perdido acesso ao seu aplicativo por motivos alheios a sua vontade, como por exemplo um "hackeamento" de sua conta, a empresa também deve oferecer meios para que você consiga reestabelecer este acesso.


O próprio Instagram oferece uma ferramenta para tentar recuperar o acesso a sua conta, mas infelizmente essa forma não tem apresentado bons resultados.


Assim como você, que não conseguiu realizar a recuperação diretamente com a rede social, uma das formas de solucionar a questão é buscar o judiciário para que o seu direito seja reestabelecido.


Independente se você utiliza sua conta de forma comercial ou pessoal; se realiza negócios pela rede social ou apenas possui fotos pessoais de sua família e seus filhos, você tem o direito de recuperar toda e qualquer informação que possuir por lá.


Procure a ajuda de um profissional especializado neste tipo de situação.


Não fique sem sua história, afinal, armazenamos todos os nosso momentos nas redes sociais.


Danilo Pardi

Advogado especialista em Direito Digital e Proteção de dados.

0 comentário